Novas regras para empresas que trocam óleo lubrificante




A atividade de troca de óleo lubrificante passa a ser enquadrada como ‘Depósito de Produtos Químicos e Produtos Perigosos – depósito e armazenamento de resíduos perigosos’.
Por isso, o preenchimento dos Relatórios de Atividades Potencialmente Poluidoras (RAPPs) e o pagamento da Taxa de Controle e Fiscalização Ambiental (TCFA) tornam-se obrigatórios.
Tem dúvida se sua empresa está regular?
Entre em contato conosco! Vamos te ajudar!
Acesse: https://bit.ly/2PjHZ1x




Veja também



Sua empresa está com a licença ambiental em dia?
Será que você, da sua casa, consegue contribuir para a coleta seletiva e para a geração de renda de famílias que vivem dela?
Laboratório Tiaraju recebe capacitação da Franquia da Químea de Santa Rosa
Um dos maiores canais da área Ambiental, no Yotube, transmite live com a Químea nesta sexta-feira (22)