O design sustentável é resultado da união do design social com o ecodesign


Apesar de muitas pessoas confundirem design sustentável e ecodesign, essas são áreas diferentes. O design sustentável pode ser entendido como um conjunto de ferramentas, conceitos e estratégias que buscam desenvolver produtos, serviços e soluções para gerar uma sociedade mais sustentável. Já o ecodesign é uma dessas ferramentas de gestão ambiental e é centrado na fase de concepção dos produtos e de seus respectivos processos de produção, distribuição e utilização. Isso significa que o conceito de design sustentável é mais abrangente que o de ecodesign, porque considera também preocupações sociais e econômicas ligadas a um item.

O principal objetivo do design sustentável é desenvolver produtos e serviços que sejam economicamente viáveis, ecologicamente corretos e socialmente equitativos. Portanto, o ecodesign é uma etapa necessária para o design sustentável. Quando aplicado em sua completude, o design sustentável utiliza os conceitos do ecodesign automaticamente.

Ao ampliar o foco para essa tríade de dimensões, o design sustentável também procura dar atenção para as pessoas influenciadas por todas as etapas do processo produtivo, isto é, do planejamento e fabricação ao descarte de itens. Além disso, o design sustentável pretende satisfazer as necessidades humanas básicas de toda a sociedade, atendendo principalmente a comunidades menos favorecidas.

Prática do design sustentável
O design sustentável propõe uma visão holística de todos os elementos envolvidos no processo produtivo de um serviço ou produto, oferecendo um maior compromisso com a sustentabilidade ambiental e social. Assim, é mantido também um cuidado em uma gama infinitamente maior de fatores, como a forma como o produto é pensado, projetado e criado; sua embalagem; o transporte; a venda; a forma com que ele chega na casa do consumidor; e como será a forma e meio em que será realizada a reciclagem, descarte ou até mesmo a reutilização do produto, tentando reduzir ao máximo o número de resíduos gerados.

O grande mérito dessa vertente mais ampla é a preocupação com quem faz parte de todos os processos de criação, transporte e a venda do produto: as pessoas. Afinal, são elas que têm influência sobre o rumo de toda a cadeia produtiva.

Abordagens do design sustentável
O design sustentável possui diversas abordagens. Entre elas estão:
Design Verde;
Design Emocional;
Biomimética;
Design Berço-a-berço (cradle to cradle);
Ecodesign;
Design para o Comportamento Sustentável;
Design de Sistema Produto+Serviço para Sustentabilidade;
Design para a Base da Pirâmide;
Design para Inovação Social;
Design de Transições para a Sustentabilidade.
Principais vantagens do design sustentável
A prática do design sustentável é fundamental para aquelas empresas que já reconhecem a responsabilidade ambiental como um dos principais fatores para o seu sucesso. Além de contribuir para a formação de uma sociedade mais sustentável, essa vertente gera outros benefícios, como:

Baixo custo: o reaproveitamento de materiais para a fabricação de novos produtos possibilita uma economia nos custos de produção;
Auxílio ao meio ambiente: menos produtos serão lançados na natureza, minimizando seus impactos e fortalecendo indiretamente a economia;
Reforço de um conceito positivo: essa é uma boa estratégia para a construção de uma imagem positiva da sua empresa;
Agrega valor: o design ambiental aumenta a qualidade de um produto ou serviço, já que valida a responsabilidade ambiental da empresa, agregando valor ao trabalho.
Impacto do design sustentável na indústria
Atualmente, qualquer empresa que não esteja disposta a implantar ou discutir aspectos sustentáveis no seu processo de produção tem grande chance de perder espaço no mercado, já que a sociedade tem se conscientizado cada vez mais sobre a importância de iniciativas que não agridam o meio ambiente. Muitas empresas já tiveram suas imagens danificadas por participarem de produções que envolviam questões prejudiciais à natureza, como a emissão de grande quantidade de poluentes ou o uso de madeira não legalizada para o comércio.

Dessa maneira, o design sustentável impacta diretamente na imagem da empresa. Além disso, é possível utilizar o conceito a favor dos negócios, uma vez que existe uma preocupação crescente com a questão ambiental e de sustentabilidade. Vale ressaltar que o consumidor também tem um papel fundamental na escolha de produtos que priorizem o design sustentável.

Fonte: E-cycle




Veja também



Mais de 350 litros de álcool em gel e líquido foram distribuídos na UFSM no combate ao coronavírus
Universidade faz plástico a partir de óleo de cozinha
Brasil perde R$ 3 bilhões ao ano por não reciclar resíduos
WINELEATHER: Marca italiana utiliza bagaço de uva para criar uma alternativa ao couro