Plataforma conecta voluntários a pessoas que precisam de ajuda, em Curitiba


Um grupo de Curitiba criou uma plataforma para conectar voluntários a pessoas que precisam de ajuda por causa da pandemia do coronavírus e das medidas adotadas para isolamento social.

A ideia é que pessoas de várias áreas ofereçam ajuda e serviços, que ficam reunidos em um site.

Entre as propostas da plataforma "Existe Amor em Curitiba, há professores de administração que oferecem orientação a pequenos empresários, contadores de história que podem ajudar a distrair crianças em confinamento e psicólogos que se colocaram à disposição para ajudar a controlar a ansiedade de pessoas em isolamento.

No site, o interessado pode cadastrar uma forma de colaborar individualmente com alguém, uma iniciativa coletiva ou então publicar necessidade que tem e precisa de ajuda.

A plataforma reúne mais de 156 voluntários individuais e outras 56 iniciativas coletivas de ajuda.

Solidariedade
Em menos de uma semana, os idealizadores da plataforma mapearam as redes de colaboração e montaram o site.

"A gente não imaginava que iria ter essa adesão. A gente está bem feliz porque é uma forma de dar uma certa esperança para as pessoas em uma situação tão caótica", afirmou uma das criadoras da plataforma Luana Lara.

Uma das propostas anunciadas no site se chama "Curitiba Resiliente", para ajudar pessoas em situação de vulnerabilidade nos bairros da periferia da cidade.

A ideia da iniciativa é dar apoio logístico, ajudar com doações e suporte psicológico aos moradores destas regiões.

"A gente sabe como os serviços básicos não chegam lá, e muitas pessoas acabam precisando sair das comunidades para ir trabalhar", afirmou Pedro Alves, criador da proposta.




Veja também



Engenheiros aprimoram tecnologia para purificar água com luz solar
O que você entende por economia circular?
Em cafeteria de Santa Maria, parte das vendas é doada ao Husm
Tomada solar recarrega aparelhos na janela